by Mario Bauer

Há 10 anos: Schumacher domina as McLaren

Depois de duas performances dominadoras da equipe Mclaren-Mercedes havia pouca esperança de um resultado diferente quando o circo da Fórmula 1 reuniu-se em Buenos Aires para a terceira etapa do Campeonato Mundial. Mika Hakkinen e David Coulthard tiveram ambos 10 dias de descanso entre as corridas enquanto seus rivais desesperados, Ferrari, Williams e Jordan voaram para Barcelona para uns dias de testes de pneus. Os Goodyear agora mostravam avanço mas Coulthard conseguira a pole com os Bridgestone. Michael Schumacher estava 4 décimos atrás em sua Ferrari, enquanto Hakkinen se atrapalhou em suas voltas velozes e ficou em terceiro. Eddie Irvine na segunda Ferrari era quarto, à frente da Jordan de Ralf Schumacher e da Williams de Heinz-Harald Frentzen.

Coulthard largou à frente, com Hakkinen superando Schumacher na primeira curva, mas o alemão tinha escolhido uma estratégia de duas paradas e seu pouco peso de combustível o permitiu colar no finlandês e forçar uma ultrapassagem. Foi então atrás de Coulthard. O escocês tinha um pequeno problema com a redução de marchas e isso causava uma pequena derrapagem numa curva; Schumacher notou isso e na quinta volta avançou no pequeno espaço deixado livre, jogando Coulthard fora do caminho, que rodou e retornou em sexto lugar.

Uma vez na liderança Schumacher pode colocar distância graças a sua pouca carga de combustível enquanto Hakkinen tinha que lidar com um tanque pesado. Quando Schumacher fez seu pit-stop Hakkinen tomou a ponta mas quando este fez sua parada na metade da prova, Michael retornou à liderança. As voltas seguintes foram vitais pois a Ferrari, ainda leve, tinha de montar uma distância suficiente para fazer sua segunda parada e manter-se na ponta: Schumacher assim o fez e Hakkinen acabou se conformando com o segundo lugar. A retomada de Coulthard foi interrompida quando ele colidiu com a Williams de Jacques Villeneuve, deixando que Irvine ficasse com o terceiro lugar, apesar de um toque com a Benetton de Alexander Wurz.

Começou a chover nas voltas finais e muita gente se atrapalhou, tanto à frente quanto mais atràs nas colocações. Até Schumacher deu uma escapada, pipocando por sobre uma extensão de areia, mas como Hakkinen não se preocupou em persegui-lo não pode tirar proveito disso e a Ferrari continuou em primeiro até a bandeirada.

Wurz ficou com o quarto posto enquanto Jean Alesi foi um maravilhado quinto colocado, tendo largado em décimo-primeiro em sua Sauber. Coulthard completou a prova em sexto, tendo ainda retornado de outra rodada à pista.

Anuncios

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s